Categories
Notícias

«Só daqui a uns anos é que se vai perceber como isto é importante»

[ad_1]

Rui Jorge, selecionador nacional de sub-21, em declarações à RTP apósa derrota frente à Alemanha, na final do Europeu da categoria:

«Foi um jogo equilibrado, as duas equipas ressentiram-se um bocadinho em termos físicos, podia ter sido uma final mais bem jogada se as duas equipas estivessem no pleno das suas capacidades. Mas não deixou de ser um jogo emotivo, em que as duas seleções mostraram ter excelentes jogadores e que queriam levar a vitória para casa.

Se a oportunidade que o Vitinha teve e não concretizou fez a diferença? As grandes oportunidades fizeram a diferença, o cansaço e o discernimento às vezes levam os atletas a não tomar as melhores opções, mas o Vitinha fez um Campeonato da Europeu tremendo.

Se o Gonçalo Ramos podia ter entrado mais cedo? Podia, podia. Porque não entrou? Porque eu acho que a equipa estava a jogar bem. Colocar o Gonçalo Ramos mais cedo podia desequilibrar a equipa defensivamente, como veio a fazer, e eu não queria que isso acontecesse mais cedo.

Se o prémio de melhor jogador do Euro sub-21 do Fábio Vieira sabe a pouco? Tudo vai saber a pouco. Amanhã vamos analisar tudo o que fizemos e vamos perceber que foi um percurso muito, muito, muito bom, mas hoje tudo vai saber a pouco.

Disse aos jogadores que independentemente do que acontecesse, ninguém os poderia acusar de não darem tudo e a verdade é que não podem. Estes jogadores deram tudo. As pessoas não sabem a dificuldade de estar numa final do Euro sub-21. Já estivemos em duas. Caímos, levantámo-nos, mas só daqui a uns anos é que se vai perceber como isto é importante.»

[ad_2]

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *