Categories
Notícias

Ronaldo recusou dar a camisola a Gosens: agora, o alemão foi o MVP

[ad_1]

A vida dá muitas voltas. Tão depressa estamos em cima, como logo a seguir já ninguém se interessa por nós. Este é um exemplo incrível de que no futebol, também lá, nada é um dado adquirido. 

Robin Gosens, o melhor em campo no Portugal-Alemanha, já teve de lidar com a rejeição de Cristiano Ronaldo. Na temporada 2018/19, a Atalanta (de Gosens) eliminou a Juventus (de Cristiano) e no final da partida o alemão pediu ao português a camisola

«Após o apito final, fui imediatamente ter com ele e nem me dirigi ao público para festejar. Temos de ter prioridades, amigos. No entanto, o Ronaldo não aceitou. Perguntei-lhe: ‘Cristiano, posso ficar com a tua camisola? Ele nem olhou para mim, só disse: ‘Não!’. Fiquei totalmente corado e envergonhado. Fui afastado e senti-me pequeno», contou Gosens em abril, altura em que publicou a sua biografia. 

«Sabem aquele momento em que acontece algo embaraçoso e olham à volta para ver se alguém reparou? Foi isso que senti e tentei disfarçar. Mas no final, não importou: tínhamos acabado de afastar a Juventus da Taça.»

Agora, três anos depois, a Alemanha derrotou Portugal por 4-2. Robin Gosens marcou um golo e foi o MVP da partida. Será que voltou a pedir a camisola a Cristiano? 

«Não, desta vez não lhe pedi a camisola. Queria celebrar a vitória e esta noite inesquecível», disse Gosens no final do jogo. 

Certamente, em Munique teria sido mais justo ver Cristiano a pedir a camisola a Gosens. Talvez numa próxima oportunidade. 

[ad_2]

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *