Início » Blog » Ucrânia defende-se das críticas ao equipamento que leva para o Euro 2020

Ucrânia defende-se das críticas ao equipamento que leva para o Euro 2020


A Ucrânia defendeu-se das críticas russas ao seu equipamento para o Euro 2020 que tem uma imagem da Crimeia, região anexada unilateralmente pela Rússia em 2014, e reiterou a utilização da reerida imagem e de frases patrióticas.

«A todos os que começam a criticar e não suportam ver as nossas fronteiras reconhecidas internacionalmente, ou o lema oicial do nosso estado, só respondo uma coisa: não permitiremos a ninguém que insulte os nossos símbolos nacionais», escreveu no Twitter o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kouleba.

A posição da Ucrânia é apoiada pelas embaixadas britânica e norte-americana, dois aliados. «Adoramos o novo visual, Glória à Ucrânia!», escreveu no Twitter a representação norte-americana, com um ‘hashtag’ em que se diz que «a Crimeia é ucraniana».

Recorde-se que logo neste domingo Moscovo criticou as frases «Glória à Ucrânia» e «Glória aos Heróis», tendo referido que são slogans que foram em tempos usados pelos Nazis e por outros grupos nacionalistas que combateram os soviéticos durante a II Grande Guerra.

A UEFA já veio defender que os equipamentos foram aprovados «ao abrigo dos regulamentos» e não atentam à decência comum nem transmitem mensagens políticas, religiosas ou ligadas à raça.



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *