Início » Blog » Futsal: Sporting vence Benfica e fica a uma vitória do título

Futsal: Sporting vence Benfica e fica a uma vitória do título


O Sporting recebeu e venceu o Benfica esta quinta-feira, no Pavilhão João Rocha, por 2-1, no jogo três da final da Liga portuguesa de futsal. Os leões fazem igualmente o 2-1 na eliminatória e estão a um triunfo do título, que pode acontecer já no domingo.

Diego Cavinato e Erick fizeram os golos da vitória dos leões, que pelo meio sofreram o empate por Silvestre, num jogo que chegou empatado a uma bola ao intervalo e ficou resolvido com um golo a sete minutos dos 40, num lance de muito difícil análise, sobre se a bola entrou mesmo na totalidade dentro da baliza encarnada.

Os primeiros minutos de jogo foram altamente intensos e frenéticos, com muitos remates e o guarda-redes Guitta em evidência. O brasileiro, que recentemente renovou pelos leões, cedo manteve a baliza fechada, com duas intervenções de alto nível, a Chishkala e a Tayebi. Acabaria mesmo por ter uma primeira parte mais trabalhosa do que Roncaglio.

E se Guitta fechou atrás, Cavinato abriu lá à frente, numa fotocópia do que se viu nos «quartos» da Champions: canto da esquerda, Tomás Paçô tocou de calcanhar junto ao primeiro poste e Cavinato só teve de encostar (6m).

Sporting-Benfica: todo o filme do jogo três da final

Depois do 1-0, Guitta continuou a fechar a baliza dos leões, mas foi uma questão de tempo e de uma grande jogada coletiva do Benfica, depois de soltar-se da pressão individualizada: Robinho iniciou a jogada e fugiu pela ala esquerda, assistindo para Silvestre empatar após receber uma bola longa (9m).

O jogo entrou numa toada mais calma até ao intervalo, com as equipas mais contidas e a jogar na segurança: o Sporting teve mesmo de fazê-lo e conseguiu com mais posse nos instantes antes do intervalo, para evitar a sexta falta: cometera a quinta aos 17 minutos.

Minutos após o início da segunda parte, o Sporting surgiu em crescendo e viu Nilson tirar o «pão da boca» a Rocha, que se preparava para desviar uma bola cruzada por Erick, lançado na paralela pelo lado esquerdo (25m). Pouco depois, Roncaglio apareceu num dos seus melhores lances na baliza do Benfica: parou a «bomba» de Taynan e segurou também o remate de Rocha, isolado (27m).

E foi já numa fase de melhor ajuste do Benfica que o Sporting chegou ao golo que garantiu o triunfo. Erick encarou Robinho e rematou em zona frontal de pé esquerdo: a bola bateu no poste e depois nas costas de Roncaglio. A equipa de arbitragem considerou que a bola entrou na totalidade, para o 2-1.

Na resposta do Benfica, Guitta voltou a brilhar com uma enorme defesa a remate de Silvestre, antes de Joel Rocha apostar no cinco para quatro à entrada para os últimos sete minutos. O Sporting defendeu-se bem da estratégia, até podia ter aproveitado mas não teve pontaria após o ganho de bola, mas segurou mesmo a vantagem mínima.

O jogo quatro, que confere a primeira oportunidade para o título, joga-se na Luz, às 17h30 de domingo.



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *