Início » Blog » Vieira: «A ida para o Benfica foi também um pedido de instituições financeiras»

Vieira: «A ida para o Benfica foi também um pedido de instituições financeiras»


Luís Filipe Vieira, presidente do Conselho de Administração da Promovalor, afirmou esta segunda-feira que a sua ida para a presidência do Benfica, no início dos anos 2000, deveu-se também à vontade de vários bancos.

«A minha ida para o Sport Lisboa e Benfica não é apenas uma vontade e um orgulho da minha parte. Foi também um pedido de várias instituições financeiras», referiu, no Parlamento, dizendo que as mesmas estavam «interessadas na viabilização» do clube.

Vieira está a ser ouvido pelos deputados da Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas no Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução, na qualidade de presidente da Promovalor.

«Interpretei isso como uma prova de confiança nas minhas capacidades e na minha palavra, tendo em conta a situação de extrema fragilidade que o Sport Lisboa e Benfica atravessava no ano 2000», apontou Vieira, presidente do Benfica desde 2003.

O dirigente entrou no clube «primeiro em maio de 2001, como gestor do futebol» e «depois em outubro de 2001, como presidente do Conselho de Administração da Benfica Estádio SA», recordou, aos deputados. Em 2002, passou a presidente da SAD e, em 2003, a presidente do clube.

«Nessa altura, os fornecedores e os bancos – todos os bancos com quem trabalha – conheciam-me a apoiavam-me. Eu, Luís Filipe Vieira, já era um empresário de renome e relevância na área do imobiliário em Portugal», expressou, ainda.



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *