Início » Blog » River Plate: Conmebol rejeitou pedido para inscrever guarda-redes

River Plate: Conmebol rejeitou pedido para inscrever guarda-redes


A Conmebol terá rejeitado um pedido do River Plate para inscrever dois guarda-redes para os jogos da Taça Libertadores, depois de um surto de covid-19 ter afetado 25 membros do plantel da equipa de Marcelo Gallardo que só tem dez jogadores disponíveis para o embate de quarta-feira com os colombianos do Independiente de Santa Fé e um deles vai ter que ir à baliza.

A notícia ainda não é oficial, mas os jornais argentinos estão todos a avançar com a informação de que a Conmebol rejeitou abrir uma exceção para o clube de Buenos Aires para inscrever os guarda-redes Alan Leonardo Díaz e Agustín Gómez, avançado desde já que o lateral Milton Casco, de um 1,70m, vai ser o eleito por Gallardo para calçar as luvas esta quarta-feira.

Entre os 25 jogadores do River Plate infetados com o novo coronavírus, estão os quatro guarda-redes que estavam inscritos na competição continental. A imprensa argentina avança que Casco será o eleito para jogar na baliza, até porque o lateral ocupa essa posição nas peladinhas, nos treinos, mas também abrem a possibilidade da baliza ficar entregue aos defesas Jonatan Maidana ou Tomás Lecanda, bem como, em alternativa, ao médio Jorge Carrascal.



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *