Início » Blog » Ramires: «Estive com um pé no Benfica em 2018 e fiquei muito triste»

Ramires: «Estive com um pé no Benfica em 2018 e fiquei muito triste»


Atualmente sem clube, Ramires esteve muito perto de regressar ao Benfica em 2018, quando caminhava para deixar o Jiangsu Suning, da China. A negociação, entretanto, acabou por cair e, poucos meses depois, o veterano médio rumou para o Palmeiras.

Aos 34 anos, o antigo internacional brasileiro admite que ficou muito chateado com o acordo frustrado, visto que, na ocasião, já vislumbrava voltar a usar a camisola dos encarnados, assim como havia em 2008/09.

De longe e à espera de um novo desafio na vitoriosa carreira, Ramires acompanha sempre que possível o Benfica. Confia, inclusive, no sucesso de Jorge Jesus na próxima temporada.

PARTE II: «Ver o David Luiz e o Diego Costa no Benfica seria um sonho»

PARTE III: «O Kanté pode ser um dos três melhores do mundo»

Esteve muito perto de regressar ao Benfica, em 2018, mas acabou por não acontecer. Porquê?

Sim, tive essa possibilidade, houve negociação quando estava para sair da China. A minha preferência realmente era o Benfica. Surgiram algumas coisas da Turquia, de outros mercados, mas estava decidido e queria mesmo o Benfica. No fim, não deu certo. Não sei ao certo se por causa de valores, não sei bem o que aconteceu, mas não deu. Estava praticamente com um pé dentro do Benfica, mas não aconteceu. Fiquei muito chateado, muito triste, porque já havia criado a expectativa de regressar. Voltar à Europa, a Portugal, ao Benfica, e somente depois pensar no Brasil. Infelizmente, a negociação ficou pelo meio do caminho. Não deu certo.

Como lidou com a frustração de ver cair a negociação?

Fiquei muito feliz quando surgiu o Benfica. Pensei comigo: «Vou regressar ao Benfica, pô!». Criei muitas expectativas, né? Agora, quando uma coisa boa não acontece, é natural ficarmos tristes. Ainda fiquei mais um tempo na China, mesmo infeliz, até porque também tive uma grave lesão. A situação só complicou…

E o Benfica agora está nas mãos do Jorge Jesus, com quem trabalhou em 2009/10. Tem acompanhado?

Tenho acompanhado mais pelas redes sociais, vejo algumas coisas por meio dos jornais quando há jogos. Agora é pensar na próxima temporada. O mister vai ter este período para acertar e ajeitar as coisas novamente, fazer o Benfica voltar a ser campeão, assim como nos anos anteriores.

Fala-se muito aqui que o Jorge Jesus já não é mais o técnico ideal para o Benfica…

O mister é um excelente treinador, tive a experiência de trabalhar com ele no Benfica, onde aprendi muita coisa. Evoluí muito com ele. Acho que hoje, para o Benfica, o Jorge Jesus é o único treinador que pode colocar o Benfica nos trilhos novamente, voltar a brigar por títulos, ser campeão. Sem sombra de dúvidas, é o Jesus.



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *