Início » Blog » Paulo Sérgio: «Merecíamos ter chegado à última jornada com o serviço feito»

Paulo Sérgio: «Merecíamos ter chegado à última jornada com o serviço feito»


Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, analisa o nulo com o Sp. Braga, que confirmou a permanência da equipa algarvia na Liga, na última jornada:

«Taticamente já tínhamos feito um jogo quase idêntico no Bessa, em termos de concentração defensiva e de impedir o adversário de jogar. Foi um jogo difícil, o Braga tem muita qualidade. Não deixa de ser uma tensão chegar à última jornada, embora fosse uma possibilidade remota, a possibilidade de despromoção existia. Foi uma época dura, no seguimento da outra, em que foi lutar até ao último dia, e com umas férias à pressa. Era mais que merecido termos a situação resolvida há duas/três semanas atrás, mas várias peripécias ao longo do ano não possibilitaram que isso acontecesse. Vou dar os parabéns ao grupo de trabalho, a todos os colaboradores, administração e adeptos. Estamos satisfeitos por manter o clube na liga mais importante.»

«É um trabalho difícil, não é fácil potenciar e promover tantos jovens e em simultâneo ganhar jogos. O mérito maior tem muito a ver com isso: muitos jogadores jovens na montra e objetivo principal conseguido. Pena ter sido na última jornada, merecíamos chegar a ela com o serviço feito.»

[Como geriu a emoção dos últimos minutos?] «Como no primeiro minuto! Não sabia os outros resultados, só soube no final quando cheguei ao balneário. Ao intervalo perguntaram-me se queria saber, disse que não, a única coisa que tinha na minha cabeça era procurar fazer o nosso trabalho. Não adiantava estar a ver o que se passava fora porque dependíamos de nós e fazendo o nosso trabalho bem feito não podíamos desfocar, perdendo energias com outras coisas. Nos dois/três minutos antes do intervalo lembro-me de estar a alertar e a gritar porque temos sido penalizados com asneiras cometidas nesse momento que parece que  a 1ª parte está a terminar e temos uma série de golos sofridos nesse momento que nos penalizaram bastante. Estava a alertá-los para que não voltasse a acontecer.»

«Fizemos um jogo muito competente, com muito risco da pressão, não tomámos muito a iniciativa e fomos conservadores, como se exigia. Taticamente, foi um jogo muito bonito. Conseguimos parar o Braga e criámos um par de boas situações para marcar.»



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *