Início » Blog » Jesualdo frisa: «Não vamos a Alvalade para ver a festa»

Jesualdo frisa: «Não vamos a Alvalade para ver a festa»


O treinador do Boavista, Jesualdo Ferreira, admitiu esta segunda-feira que o facto de o Sporting poder ser campeão vai dificultar a vida aos axadrezados, na partida entre as duas equipas da 32.ª jornada da Liga.

Na conferência de imprensa de antevisão à partida, o técnico garantiu que a equipa do Bessa não vai a Alvalade para ver a festa, ele que já tinha dito algo parecido após o encontro com o Tondela.

«Começar estes últimos três jogos em Alvalade, face à situação festiva do Sporting e à possibilidade de ganhar o campeonato, traz-nos um acréscimo de dificuldade muito grande. É um desafio bastante motivador e um desafio à nossa dignidade e estrutura profissional», afirmou.

«É um momento importante, pois estamos em situação difícil. A nossa perspetiva não é ir observar os festejos do Sporting, mas sim para discutir o jogo e os pontos. Aliás, já fizemos isso no Dragão, tentámos fazer na Luz, mas, aos três minutos, já estávamos a jogar com dez, e há pouco tempo em Braga, em que também terminámos com dez», acrescentou.

O treinador disse também que este deve ser um momento importante para o Sporting: «É um ‘clássico’ que tem mais de 100 jogos na história do futebol português. Não sei se alguma vez aconteceu um jogo entre Boavista e Sporting em que uma posição destas estivesse em jogo. Ao estar a uma vitória de ser campeão, depois de tantos anos de espera, acredito que seja um jogo e, acima de tudo, um momento importante.»

Para Jesualdo, o Boavista merecia ter somado quatro pontos nas últimas duas partidas, em que empatou ante o Santa Clara e o Tondela.

«Se olharmos para os últimos dois jogos, seria de todo justo que o Boavista tivesse conquistado mais quatro pontos do que aqueles que conquistou. Nos próximos três, teremos a última tentativa para obter os pontos que nos permitam ficar no lugar que o clube tem direito a estar e pelo qual fez todos os possíveis durante a época.»

«Tenho alguns jogadores com algumas queixas físicas e admito perfeitamente poder ter que fazer algumas mexidas, sem sair daquilo que tem sido a nossa estrutura. Acima de tudo, são jogadores que vão acrescentar maior capacidade em termos de condição física e uma motivação muito grande de poderem estar presentes num jogo destes», atirou.



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *