Início » Blog » Immobile acusa presidente do Torino de o ter insultado e difamado

Immobile acusa presidente do Torino de o ter insultado e difamado


O Torino garantiu esta terça-feira a permanência na Serie A, ao empatar (0-0) em casa da Lazio, mas o jogo ainda está a dar que falar porque Ciro Immobile, jogador da Lazio, acusa o presidente do Torino de o ter insultado e difamado no final.

Numa longa mensagem publicada no Instagram, Immobile começa por dizer: «Toda a gente sabe quem é Ciro Immobile. Dentro do campo e principalmente fora. Posso aceitar críticas ao jogador, não ofensas difamatórias sérias contra o homem que sou. Principalmente se estas vierem de dirigentes do mundo do futebol.»

«No final da partida desta noite, o Presidente do Torino, Urbano Cairo, chegou junto a mim na entrada do balneário da Lazio e começou a ofender-me, atacando-me verbalmente com graves acusações caluniosas, acusando-me de ter jogado com raiva e, a respeito do jogo da primeira volta, chegou a dizer que joguei quando estava positivo à covid-19», continua o jogador.

«Nunca deixarei de agradecer ao Presidente Cairo por me ter dado a oportunidade de me consagrar em Turim como jogador de futebol, mas não posso deixar de notar um episódio que vai além da dimensão futebolística. Todo a gente sabe quem é Ciro Immobile; um jogador de futebol, sim, mas acima de tudo um homem que respeita as regras e os princípios da lealdade. Não posso tolerar insultos e infâmias que difamam, sem motivo válido, a minha pessoa», termina o jogador.

A publicação de Ciro Immobile teve resposta pela mesma via. O presidente do Torino também publicou um longo texto no Instagram em que não aborda diretamente o episódio e diz: «Eu também sei quem é Ciro Immobile. Um jogador de futebol que veio para Turim depois de um dececionante campeonato em Génova para se relançar. [Giampiero] Ventura [o treinador] confiou nele e ele saiu-se bem no Torino.»

«Achei que ficaria pelo menos mais um ano, mas Ciro Immobile fez o diabo a quatro para ir para o Borussia Dortmund. Teve mais uma temporada dececionante e o Borussia emprestou-o ao Sevilla. Também aí, as coisas não correram bem e ele depois telefonou-me e pediu-me para voltar para o Torino. Eu, que gostava dele, fiz-lhe a vontade. Ele não teve uma segunda volta muito brilhante, mas eu, que me importava muito com ele, quis comprar o passe dele na mesma», diz ainda o presidente do Torino no texto.

«Só que ele não me ligou pessoalmente desta vez e disse ao seu empresário para me dizer que, por motivos pessoais, não poderia ficar em Torino. Então eu não comprei o passe porque eu entendi quem é Ciro Immobile», termina Urbano Cairo.





Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *