Início » Blog » Boavista-Tondela, 1-1 (destaques) | MAISFUTEBOL

Boavista-Tondela, 1-1 (destaques) | MAISFUTEBOL


FIGURA: Pedro Trigueira

Exibição tremenda do guarda-redes português do Tondela no Estádio do Bessa. Resistiu a mais de vinte remates do Boavista – axadrezados marcaram apenas um em 21 ensaios – e acumulou intervenções de qualidade superior, sobretudo no duelo que travou com Alberth Elis. O avançado hondurenho teve de esperar pelo minuto 85 para festejar, após inúmeras tentativas. Nota ainda para uma bela defesa a remate de Paulinho, a abrir a segunda parte.

MOMENTO: Elis diminui o prejuízo (minuto 85)

O Tondela colocou-se em vantagem contra a corrente do jogo, ao minuto 77, e o Boavista teve de sofrer para resgatar no mínimo um ponto no Estádio do Bessa. Seria um dos homens lançados por Jesualdo Ferreira após o 0-1 a ter um papel decisivo no empate. Nathan subiu pela direita, provocou o desequilíbrio e tirou um cruzamento perfeito, para a pequena área, permitindo a finalização de Alberth Elis.

O FILME DO JOGO

OUTRAS FIGURAS:

Alberth Elis: Merece nota de destaque pela tremenda dose de esforço ao longo do encontro e o golo marcado já ao minuto 85, embora tenha demonstrado falta de eficácia até então, com uma mão cheia de oportunidades falhadas. Em abono da verdade, Alberth Elis cria tanto quanto falha e acaba por assumir, não raras vezes sem companhia – as despesas ofensivas do Boavista. Um trabalhador nato.

Jaume Grau: Foi uma das unidades mais influentes do melhor setor do Tondela no duelo do Estádio do Bessa: o meio-campo. O médio defensivo espanhol consegue varrer a sua zona de ação e entregar a bola com graciosidade, ficando na retina de quem aprecia bom futebol. Tem pinta.

Paulinho: Um dos elementos com maior longevidade neste Boavista foi igualmente um dos que mais lutou ao longo dos 90 minutos de jogo, procurando impulsionar os restantes companheiros de equipa. Combativo, acutilante, nem sempre com o discernimento necessário nos momentos decisivo mas importante nos períodos de maior pressão dos axadrezados.



Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *