Categories
Notícias

Libertadores: Independiente del Valle, de Renato Paiva, fora dos oitavos

[ad_1]

O Independiente del Valle ficou na terça-feira afastado dos oitavos de final da Libertadores, ao perder por 3-2 no reduto do Universitario, em encontro da quinta jornada do Grupo A.

Depois do triunfo dos argentinos do Defensa y Justicia no reduto do detentor do título Palmeiras, por 4-3, os comandados do português Renato Paiva tinham, no mínimo, de pontuar para continuarem na corrida, mas acabaram derrotados.

Um grande golo de Jhon Sánchez, aos nove minutos, deu uma prematura vantagem aos equatorianos, que tiveram, depois, quatro enormes ocasiões para chegar ao segundo, que Christian Ortiz, Montenegro, Faravelli e Pedro Vite desperdiçaram.

O Independiente del Valle foi ineficaz e, aos 20 minutos, na primeira incursão ao meio-campo contrário, o conjunto peruano restabeleceu a igualdade, com Alex Valera, na área, a desviar subtilmente um centro da direita de Aldo Corzo.

Até ao intervalo, Ortiz falhou mais uma ocasião e, abrir a segunda parte, aos 49 minutos, os locais deram mesmo a volta ao resultado, com Moises Ramirez a parar um forte remate de Quintero, mas para Alex Valera bisar na recarga.

Os equatorianos ripostaram 10 minutos volvidos, aos 59, com Schunke a furar pelo centro do terreno e a fazer um passe a isolar Christian Ortiz, que fez um chapéu a José Carvallo.

A equipa de Renato Paiva parecia capaz de voltar ao comando do marcador, mas, aos 72 minutos, foi de novo o Universitario a faturar, por Nelinho Quina, que cabeceou quase sobre a linha, após livre de Quintero e um primeiro desvio de Aldo Corzo.

Os peruanos poderiam, depois, ter sentenciado o jogo em várias ocasiões, por Valera, Corzo e Alonso, e, na parte final, mais em desespero, o Independiente del Valle lançou-se na frente em busca de um empate que já não conseguiu resgatar.

No Grupo A, o Palmeiras soma 12 pontos e o Defensa y Justicia oito, estando ambos apurados para os oitavos de final, enquanto os equatorianos (7-10 em golos) e os peruanos (6-13) vão lutar na última ronda pelo terceiro lugar e a descida à Taça sul-americana. O quarto colocado é eliminado.

[ad_2]

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *