Categories
Notícias

«Gonçalo Ramos mostrou que temos um ponta de lança com estilo diferente»

[ad_1]

Declarações do selecionador nacional sub-21, Rui Jorge, na sala de imprensa do Estádio Stozice, após a vitória por 5-3 ante Itália, no prolongamento, que valeu a qualificação para as meias-finais do Europeu sub-21:

[Dany Mota na vez de Trincão:] «Não fez exatamente esse lugar… quando jogamos com o Trincão na frente, normalmente fazemos de forma assimétrica. O Trincão encosta bem mais à direita, o Dany joga mais central com o Ramos. Fizeram um grande jogo os dois, mas eu tinha dito também: claro que gostávamos de ter aqui o Trincão e o Thierry e os outros que não puderam vir, mas tudo isso serve para abrir espaço para outros jogadores e terem oportunidade de provar. Eventualmente o Ramos não jogaria hoje se o Trincão cá estivesse, mas teve oportunidade e fez um belíssimo jogo e mostrou que temos um ponta de lança com estilo diferente daqueles que normalmente há para Portugal.»

[Indicações ao intervalo:] «Acho que estávamos com alguma dificuldade em pegar mais alto a equipa italiana, estávamos com dificuldade a conseguir essa pressão mais alta e estávamos intranquilos a defender mais baixo. O que tentei no balneário foi dizer que poderíamos jogar numa defesa mais baixa e jogar tranquilos, porque defensivamente somos uma boa equipa. A Itália é extremamente agressiva, é difícil jogar contra eles. Eles tem das melhores médias em termos de tirar a bola ao adversário e nós sofremos um golo a acabar. Pesa, mas acabámos por reagir.»

[ad_2]

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *