Categories
Notícias

Euro 2020: República Checa-Inglaterra, 0-1 (crónica)

[ad_1]

O Covil destes «Três Leões» não pode ser tomado de assalto.

A Inglaterra fechou a fase de grupos sem qualquer derrota e com um triunfo pela margem mínima frente à República Checa. Os ingleses não convenceram, mas foram indiscutivelmente a melhor equipa apesar da boa réplica dos checos.

Southgate soltou utilizou Maguire, recuperado de lesão, e estreou na equipa titular Shaw, Grealish e Saka. O genial jogador do Aston Villa fez a diferença com um cruzamento sensacional para o cabeceamento certeiro de Sterling. O mais fácil no futebol é juntar os maiores talentos como Grealish e Kane (faltou apenas Foden que foi poupado).

O avançado do Manchester City fez o segundo golo neste Euro 2020, mas poderia ter saído de Wembley com mais um não fosse o chapéu a Vaclík ter esbarrado no poste, logo aos dois minutos.

A Inglaterra foi mais perigosa durante os primeiros 30 minutos e poderia ter chegado a novo golo. Porém, o guarda-redes checo fez uma excelente defesa a disparo de Harry Kane. Por outro lado, os checos reagiram no quarto de hora final primeiro por Holmes e de seguida por Soucek.

O jogo caiu de ritmo e de qualidade na segunda parte. Southgate aproveitou para lançar Henderson, Rashford, Bellingham e Jadon Sancho, mas nem por isso a Inglaterra voltou a ser perigosa como na primeira parte. Ainda assim, os ingleses viram a equipa de arbitragem chefiada por Artur Soares Dias invalidar o golo do capitão do Liverpool por fora de jogo.

A República Checa foi baralhando as peças, mas o resultado foi o mesmo: zero. A equipa de Silhavý foi sempre curta em termos ofensivos e nunca pareceu capaz de incomodar verdadeiramente Pickford e companhia.

Os ingleses esperam o segundo classificado do grupo F, o mesmo onde está Portugal, enquanto os checos apuram-se para a fase a eliminar depois de terem ficado em terceiro lugar com quatro pontos. 

[ad_2]

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *