Categories
Notícias

Ciclismo: Koen de Kort perdeu três dedos num acidente nos Pirinéus

[ad_1]

O ciclista holandês Koen de Kort perdeu três dedos da mão direita na sequência de um acidente nos Pirenéus, segundo informou a equipa Trek-Segafredo, indicando que o ciclista de 38, apesar de tudo, está numa «boa condição física e mental».

«Lamentamos informar que, no início da tarde de quinta-feira, Koen de Kort sofreu um acidente enquanto conduzia um veículo fora da estrada, que resultou na amputação do terceiro, quarto e quinto dedos da sua mão direita», começa por informar a equipa norte-americana, no seu site oficial.

A Trek-Segafredo detalha que o seu «experiente capitão» esteve envolvido num acidente na região dos Pirenéus, perto de Andorra, onde reside, e sofreu «danos graves» na mão direita, tendo sido transferido de emergência de helicóptero para o hospital Parc Tauli, em Sabadell (Barcelona).

«Apesar do esforço dos médicos, numa operação que durou mais de três horas, foi necessário amputar os três dedos», lê-se na nota, que precisa que a amputação dos mesmos foi «total».

«O doutor Jorge Serrano, que o operou e a quem devemos agradecer pelo seu trabalho, disse-me que, após uma primeira avaliação, a funcionalidade da sua mão será mantida graças aos dedos polegar e indicador. Este último também sofreu danos consideráveis, mas devido ao esforço dos médicos, foi salvo da amputação», acrescentou o médico da equipa norte-americana.

Manuel Rodríguez Alonso revela ainda que, devido «à quantidade considerável de terra em redor das feridas, o risco de infeção não foi excluído», estando o holandês a receber «a terapia antibiótica mais apropriada».

O médico da Trek-Segafredo falou com Koen de Kort antes e depois da cirurgia e disse que o ciclista está «numa boa condição física e mental».

De Kort, de 38 anos, tem um palmarés modesto, mas uma longa carreira de trabalho no pelotão, nomeadamente nas clássicas, tendo representado equipas como Liberty Seguros (2005-2006), Astana (2007-2008), Giant-Alpecin (nas suas diversas versões entre 2009 e 2016), antes de assinar pela formação norte-americana, onde tem sido capitão na estrada nas últimas temporadas.



[ad_2]

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *