Conectar
Topo

A simplicidade e o exemplo de um futebolista de eleição…

Nada como ser humilde e simples…

O ex-capitão do Real Madrid, Raúl González Blanco, é conhecido por ser uma pessoa extremamente simples.

Numa entrevista à revista, “Vanity Fair”, Raúl explicou como se relaciona com o dinheiro e como educa os seus filhos:

“Ninguém te dá um curso, para ensinar-te a ter muito dinheiro.

Aos 19 anos, eu já ganhava uma fortuna, e durante alguns meses, não soube lidar com a fama e o dinheiro.

Foi muito duro…

Porque com apenas 19 anos, era perseguido pela imprensa cor-de-rosa e tive de convocar uma conferência de imprensa para defender a minha privacidade, a minha família, o meu carácter e o meu profissionalismo.

Quando jogas no Real Madrid, podes comprar tudo o que queres e toda a gente elogia-te constantemente. (…)

Felizmente, eu sou um pouco estranho…

Nunca liguei muito a carros, não gosto de relógios, gosto da vida, dos pequenos detalhes da vida.

De dar um passeio, do contacto com a natureza, de ir ao cinema, de ver desporto, de estar com os meus amigos e tomar uma cerveja…

É disso que gosto. Isso é que me dá prazer. (…)

A vida de futebolista é complicada, porque tens de viajar.

Quando saí do Real Madrid, tive de explicar aos meus filhos, que por causa da profissão do pai, teríamos de ir viver para outro país.

Disse-lhes, que a tua casa não são os objectos, são as pessoas.

Que onde estivéssemos juntos, esse lugar seria o nosso lar.

Em todas as mudanças, trato de levar apenas o necessário.

Por exemplo. montei a minha casa toda na Alemanha, com móveis do IKEA…(…)

“No Catar os meus filhos brincavam com crianças árabes, aqui nos Estados Unidos falam inglês.

A bagagem que têm de vida, não podiam aprender na melhor universidade ou lendo o melhor livro.

Pensávamos que eles não se iam adaptar, mas no primeiro dia que vieram do colégio, vinham todos contentes, porque ninguém os conhecia.

Os meus filhos falam línguas, são tolerantes e aceitam a diferença.

Mas se eles pensam que vão ter um telemóvel ou um “tablet”, estão muito enganados.

Nem tão cedo…

Nenhum deles tem.

Prefiro que leiam um livro, falem e brinquem entre eles.”.

Mais em Sociedade

  • Façam-nos este favor!!

    É um dia muito feliz para o futebol e para o “show de bola”!!! Nem queremos acreditar, mas esta é uma...

    Paulo SilvaMarço 6, 2016
  • Tanto talento desperdiçado…

    “Il Capitano” fez tudo o que podia e ainda não se conformou… Javier Zanetti:”O Adriano vinha de uma favela e isso...

    Nelson CarvalhoMarço 4, 2016