Video thumbnail for youtube video Porque é que José Mourinho é "especial"?! Vejam este vídeo...

Porque é que José Mourinho é “especial”?! Vejam este vídeo…

Video thumbnail for youtube video Porque é que José Mourinho é "especial"?! Vejam este vídeo...A honestidade de José Mourinho após o jogo com o Manchester United é algo de muito raro no futebol…Quando um jornalista indagava o treinador português sobre o lance da expulsão de Nani, José Mourinho foi de uma sinceridade cortante:

“Independentemente disso, a melhor equipa perdeu. Nós não jogamos bem, nós não merecemos ganhar, mas o futebol é assim”.

Ora vejam.

A honestidade de José Mourinho...

Get the Flash Player to see this player.

 

Exemplar…

Read More

1926851_w1[1]

Nani foi bem expulso no jogo com o Real Madrid em Old Trafford?!…

1926851_w1[1]Nani foi uma das surpresas de Sir Alex Ferguson no onze titular do Manchester United, no jogo com o Real Madrid nesta terça-feira à noite. O internacional português acabaria por ser uma das figuras centrais do jogo ao ser expulso aos 56 minutos.

Um minuto antes, Nani tentou fazer uma recepção de bola e acabou por atingir com violência Arbeloa. Parece-nos que Nani nem tinha a noção que o jogador “merengue” estava por perto…


 

O contacto é evidente, mas na nossa opinião Nani foi mal expulso…Não nos parece que Nani tenha tido a intenção (se bem que a intenção não é decisiva) de fazer falta sobre Arbeloa. O árbitro poderia ter tido outra decisão?! O que vos parece?!

Read More

Manchester United v Real Madrid - UEFA Champions League Round of 16

A obra de arte de Luka Modric frente ao Manchester United!!

Manchester United v Real Madrid - UEFA Champions League Round of 16Sete minutos depois de ter entrado em campo e numa altura em que os “merengues” perdiam em Old Trafford por 1-0, Luka Modric empatou o jogo com um remate em arco fabuloso! E começou a “remontada” do Real Madrid…

Aos 66 minutos, Luka Modric desviou-se de um “red devil” com facilidade e muita classe, rematando à entrada da área tão colocado que a bola bateu no poste e entrou! Um golaço (o arco fez a bola contornar três jogadores do Manchester United)…

Ora vejam.


 

 

Um momento de grande inspiração do internacional croata.

 

Read More

1926864_w1[1]

Manchester United Real Madrid 1-2- Expulsão de Nani foi decisiva…

1926864_w1[1]Cristiano Ronaldo marcou nesta terça-feira no seu regresso a Old Trafford, na vitória do Real Madrid por 1-2, na segunda-mão dos oitavos-de-final da Champions League 2012/13.

Sir Alex Ferguson apresentou um onze inicial com algumas surpresas: De Gea; Rafael, Rio Ferdinand, Vidic, Evra; Carrick, Cleverley, Welbeck, Ryan Giggs, Nani e Van Persie. A grande surpresa foi a exclusão de Wayne Rooney do onze titular dos “red devils” e as presenças de Nani (não tem sido titular) e de Ryan Giggs, com o galês a efectuar o seu jogo mil na carreira.

José Mourinho optou pelo onze que venceu o Futebol Clube Barcelona há uma semana: Diego López; Arbeloa, Varane, Sergio Ramos, Fábio Coentrão; Xabi Alonso, Khedira, Mesut Ozil; Di María, Cristiano Ronaldo e Higuaín (Pepe começou o jogo no banco de suplentes).

Ambas as equipas começaram o jogo de forma ansiosa e sem grande critério no passe. O primeiro remate da partida só apareceu aos 10 minutos, com Higuaín a chutar muito ao lado da baliza de De Gea. Sir Alex Ferguson, optou por recuar a sua equipa, com os jogadores muito juntos e as linhas da equipa bem compactas. O Real Madrid sem espaço não conseguia fazer as suas costumeiras transições rápidas…

Acabava por ser o Manchester United a ser perigoso em contra-ataques rápidos. Aos 20 minutos, os “merengues” apanharam um susto, quando Ryan Giggs marcou um canto e Vidic cabeceou ao poste da baliza de Diego López.

Aos 31 minutos, num momento raro na primeira parte, Di María fez um passe de rotura e Higuaín com um belo movimento conseguiu fugir aos centrais, mas rematou sem ângulo para a defesa de De Gea.

Dois minutos depois, foram os “red devils” que estiveram perto do golo com Van Persie a rematar forte para uma defesa incompleta de Diego López, que conseguiu evitar o golo de Welbeck na recarga…Aos 42 minutos, uma contrariedade para José Mourinho, Di María lesionou-se e teve de ser substituído por Kaká (que só entrou aos 45 minutos).  O intervalo chegou com o jogo empatado a zero.

A segunda parte não podia ter começado de pior maneira para o Real Madrid! Aos 48 minutos, na sequência de um lance muito confuso e perigoso na grande área “merengue”, Nani conseguiu fazer um cruzamento, que sofreu um desvio em Welbeck e Sergio Ramos com muita infelicidade introduziu a bola na sua própria baliza.

Aos 56 minutos, o árbitro turco Cuneyt Çakir expulsou Nani com um vermelho directo, após uma entrada aparatosa sobre Arbeloa (não nos parece que Nani tivesse intenção de agredir Arbeloa). E o jogo mudou! O Manchester United ainda recuou mais no terreno e o Real Madrid carregou no acelerador…

José Mourinho não perdeu tempo e colocou em campo Luka Modric, retirando Arbeloa do terreno de jogo. Aos 60 minutos ficou uma grande penalidade por marcar a favor do Real Madrid, com Rafael a evitar com a mão que Higuaín marcasse de cabeça.

O treinador português acertou na “mouche” quando fez entrar Modric. Foi o internacional croata, que com um grande trabalho individual que efectuou o empate! Luka Modric tirou um adversário da frente e rematou em arco, com a bola a embater no poste e a entrar na baliza de De Gea. Um golaço!

Três minutos depois Cristiano Ronaldo teve de pedir desculpa aos adeptos do Manchester United! Estava feito o 1-2 para o Real Madrid…Boa jogada de combinação de Higuaín com Ozil (com um passe magnífico do jogador alemão), com Higuaín a cruzar rasteiro e forte para Cristiano Ronaldo aparecer ao segundo poste e fazer o segundo golo “merengue”.

José Mourinho voltou a reagir rápido! E dois minutos depois do golo de Cr7, fez entrar Pepe e retirou Ozil do jogo. O Manchester United nunca desistiu e tentou sempre o empate. Wayne Rooney que entrou no decorrer da segunda parte, teve mesmo duas grandes oportunidades para empatar o jogo, mas não conseguiu concretizar nenhuma das suas oportunidades. Diego López com uma enorme defesa no período de compensação evitou que Van Persie marcasse (grande exibição do guarda-redes “blanco”, Iker Casillas finalmente tem concorrência).

O Real Madrid conservou a sua vantagem até o final da partida e qualificou-se para os quartos-de-final da Champions League. Houve um jogo antes e depois da expulsão de Nani, numa decisão do árbitro que vai fazer correr muita tinta.

Eis o resumo do jogo.

 

O Manchester United não mereceu perder o jogo, mas José Mourinho e os seus jogadores foram implacáveis, quando ficaram em superioridade numérica e viraram a eliminatória. Os “merengues” estão na próxima eliminatória da Liga dos Campeões.

 

 

 

 

 

Read More